quinta-feira, 27 de abril de 2017

Namorado de Sabrina Sato “bomba” após declarar que “o veado bicho é heterossexual”

O ator Duda Nagle nunca interpretou papeis importantes em telenovelas, mas desde que saiu do SBT, onde protagonizou a versão brasileira de “Cúmplices de Um Resgaste”, tudo o que ele faz vira notícia.

Claro que o bonitão conta com a ajuda de sua namorada Sabrina Sato, que o carrega a tira colo e fez o ator ficar em evidência novamente.

Dia desses ele participou do programa “Encontro com Fátima Bernardes” e causou ao falar que “o veado bicho é heterossexual“.

Tal declaração repercutiu tanto nas redes sociais que o levou a ser entrevistado pelo apresentador Fábio Porchat, da Record. Contando sempre, claro, com Sabrina Sato.

Coletânea de MPB rebobina números de shows de Gil, Chico, Rita e Simone

Coletânea recém-lançada nos formatos de CD e DVD, MPB em cena – Performances ao vivo alinha gravações captadas em shows de artistas como Bebel Gilberto, Chico Buarque, Chico César, Edu Lobo, Elza Soares, Francis Hime, Gilberto Gil, Maria Bethânia, Mônica Salmaso, Rita Lee, Simone, Toquinho e Zélia Duncan, entre outros nomes que lançaram registros ao vivo audiovisuais de shows em edição da gravadora Biscoito Fino.

Gil, por exemplo, figura na compilação com gravação de Andar com fé, música lançada pelo compositor em 1982. Chico Buarque canta Geni e o Zepelim, tema composto pelo artista para a peça Ópera do malandro (1977 / 1978). Bethânia tem rebobinada interpretação de Mensagem (Aldo Cabral e Cícero Nunes, 1955) enquanto Rita Lee é ouvida com registro da canção riponga Ovelha negra (Rita Lee, 1975).

Simone figura com gravação ao vivo de Face a face (Sueli Costa e Cacaso, 1977). Elza Soares canta Malandro (Jorge Aragão e Jotabê, 1976). Zélia Duncan interpreta Intimidade, parceria com Christiaan Oyens que deu título a álbum lançado por Zélia em 1996. Chico César canta Mama África (1991). É lançamento para quem não tem os DVDs originais.

Álbum sertanejo de Wanessa volta com bônus e o mesmo tom artificial

O álbum que marcou a volta de Wanessa Camargo ao universo sertanejo em 2016 – disco produzido por Eduardo Pepato e intitulado 33 em alusão à idade da artista goiana na época em que foi lançado – está sendo reeditado pela gravadora Som Livre, inclusive no formato de CD, com duas faixas-bônus. As músicas adicionais – as baladas caipiras Eu quero ser a outra (La otra) (Karla Aponte e César Lemos) e Anestesia (Bruno Caliman, Rafa Torres e Lucas Santos) – mantém inalterado o status do álbum.

Precedido no início do segundo semestre de 2016 pelos singles Coração embriagado (Gabriel do Cavaco, Shylton Fernandes, Diego Ferrari, João Neto e Frederico Nunes) e Vai que vira amor (Lari Ferreira e Junior Pepato), este um mix de arrocha com sertanejo, 33 soa tão artificial e estratégico quanto o retorno da cantora ao gênero sertanejo após álbuns e singles direcionados às pistas da música pop eletrônica. Retorno que, cabe ressaltar, aconteceu justamente quando uma série de cantoras e duplas femininas se fizeram ouvir no masculinizado universo sertanejo a partir de 2015.

Basta ouvir músicas como Em cima do salto (Hiago Vinicius, Rick Monteiro, Graciano TeG e Thiago TeG), Perseguição (Victor Hugo e Philipe Pancadinha) e Amor de conta-gotas (Elcio di Carvalho, Lari Ferreira, Junior Pepato e Danillo Davilla) para perceber que Wanessa – com o Camargo reincorporado ao sobrenome artístico desde que anunciou no ano passado o retorno ao universo sertanejo – corre atrás do empoderamento de cantoras como Marília Mendonça e Naiara Azevedo.

Para tal, a gravadora Som Livre vem investindo na promoção de Anestesia, uma das duas músicas-bônus da reedição de 33. A assinatura do hitmaker Bruno Caliman na faixa (alvo de clipe lançado neste mês de abril de 2017) é prova de que esforços não estão sendo medidos para tentar justificar a existência de um álbum que, além de soar artificial e estratégico, representa retrocesso na (já bem irregular) discografia de Wanessa Camargo.

Katy Perry divulga capa de “Bon Appétit”, parceria com Migos

A suposta parceria entre Katy Perry e Ariana Grande, intitulada “Bon Appétit” e confirmada por uma rádio (que deletou o post) não existe! Tchau, acabou!

Na verdade, a música é com o grupo de rap Migos! Olha só a confirmação de Katy, que postou a capa do single, com lançamento nesta sexta-feira.

Que doideira essa imagem, hahahahaha! Mas no Brasil isso não é nenhuma novidade, tá? Porque o Secos e Molhados, ícones da MPB, têm uma capa parecida:
O anúncio de Katy vem um pouco depois de uma usuária do Twitter resolveu tocar o trecho da música liberado por Katy lá no Shazam, para o aplicativo achar a faixa.

No caso dessa fã, o Shazam acabou descobrindo mesmo a música, já com a tag do Migos!

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Após semana só com homens, Lady Gaga e Alessia Cara são exceções em paradas com top 10 de maioria masculina

Na última semana, o Hot 100 da Billboard (principal parada dos Estados Unidos) não teve mulher alguma entre os 10 primeiros colocados pela primeira vez em 33 anos. Tal fato causou estranheza entre os fãs de música pop, que adoram as conhecidas divas pop.

Tal efeito não durou muito e nesta semana o top 10 não é completamente masculino, por pouco. A única mulher que aparece é Alessia Cara, no sétimo lugar, com “Stay”, parceria com Zedd.

01)Humble.” – Kendrick Lamar (3-1)
02)Shape Of You” – Ed Sheeran (1-2)
03)That’s What I Like” – Bruno Mars (2-3)
04)DNA.” – Kendrick Lamar (lançamento)
05)Mask Off” – Future (7-5)
06)iSpy” – KYLE feat. Lil Yachty (-)
07)Stay” – Zedd & Alessia Cara (14-7)
08)Something Just Like This” – The Chainsmokers & Coldpplay (5-8)
09)Despacito” – Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber (48-9)
10)XO TOUR Llif3” – Lil Uzi Vert (8-10)

Já na parada “Artist 100”, que lista os artistas que mais destacaram da semana, o top 10 também não é só masculino por uma só exceção: Lady Gaga. A cantora subiu 24 posições após a grande repercussão do Coachella e seu novo single “The Cure”.

Veja o top 10:

1) Kendrick Lamar
2) Ed Sheeran
3) John Mayer
4) Bruno Mars
5) Drake
6) The Chainsmokers
7) Future
8) Lady Gaga
9) The Weeknd
10) Shawn Mendes

Será que na próxima semana as mulheres conseguirão manter espaço no topo?

Monique Evans vai procurar a polícia após ataque homofóbico: “Queremos ser felizes”

Monique Evans foi vítima de ataques homofóbicos em rede social e decidiu que não deixará o ocorrido passar desapercebido.

A ex-modelo, que namora há três anos a DJ Kaká Werneck, procurará a polícia após os ataques em seu perfil oficial no Instagram.

O comentário homofóbico foi feito por um seguidor da artista, que disse: “Loucura total! Interna Monique! A tiazona pirou legal…. colar velcro nessa altura da vida? É depressão, crise de identidade, bipolarismo, boderline e paranóia”, escreveu seguidor.

Após ler o comentário, Monique desabafou: “Olha o que recebemos: Depois de quase três anos de relacionamento, ainda sou agredida dessa forma. Isso é preconceito e eu posso e devo processar!!! Não fazemos mal a ninguém, apenas queremos ser felizes. Nos amamos demais e é isso que importa!”.

Monique e Kaká já acionaram uma advogada para cuidar do caso e devem formalizar a queixa-crime em breve.

Xuxa é sucesso em todo Brasil com “Dancing Brasil”; programa reage em São Paulo

Em mais uma noite de eliminação, o “Dancing Brasil” garantiu o segundo lugar isolado na audiência desta segunda-feira, dia 24/04, no Rio de Janeiro. Comandado por Xuxa Meneghel, o reality de dança marcou, das 22h39 à 0h17, 8 pontos de média, pico de 11 pontos e share de 15%. O SBT ficou com 7 pontos.

Em Belo Horizonte, a atração de Xuxa também conquistou o segundo lugar isolado de audiência com média de 7 pontos, pico de 9 pontos e share de 15%.

Em Salvador, o reality consolidou bons números com 8 pontos de média, pico de 10 pontos e share de 16%, também ficando na vice-liderança isolada. Com esse resultado, abriu uma vantagem de três pontos em relação ao SBT que ficou com 5.

Em Brasília, o “Dancing Brasil” é sucesso de audiência e segundo lugar absoluto com média de 7 pontos, média de 11 pontos e share de 15%.

Em Porto Alegre, o programa marcou 5 pontos de média e share de 10%, também em segundo lugar isolado.  Em Recife, a atração obteve 6 pontos de média e 15% de share, o dobro da audiência do SBT, que ficou com 3.

Em Goiânia, o reality dançante conquistou o segundo lugar com 7 pontos de média e 16% de share.

Em São Paulo, o programa registrou sua melhor audiência desde a estreia, apesar de ficar no terceiro lugar, atrás do SBT. Ao todo, foram 5,4 pontos de média e pico de 8 pontos. Share de 10%. O cantor Tony Salles, que dançou com Bruna Rocha, foi o eliminado da atração.

Ingressos para evento de fã com Mel C chegam a R$ 500!

Já temos mais informações sobre a vinda da Mel C ao Brasil em junho! A produtora YO! Entretenimento, que está trazendo a cantora, postou em suas redes sociais mais detalhes sobre essa passagem, incluindo preços de ingressos.

A primeira coisa a se saber é que Mel não vem com sua turnê ao país. Na verdade, ela vai participar de programas de televisão, rádios, realizar um pocket show fechado e também estará em dois eventos com fãs (São Paulo e Rio de Janeiro), onde serão realizadas performances musicais, uma sessão de perguntas e respostas, fotos e convivência.

O preço dos ingressos foram revelados e chegam a R$ 500! Uau! Olha só:

INGRESSO PREMIUM – R$500,00
Acesso ao evento, Q&A com Performance Musical, foto individual com a Melanie C. e Kit oficial.
INGRESSO STANDARD – R$250,00 (R$125,00 meia entrada)
Acesso ao evento, Q&A com Perfomance Musical
CONVIVÊNCIA – R$350,00

(Para comprar este ingresso é preciso adquirir um ingresso que dê acesso ao evento)
Bate-papo informal com a Melanie C. e um grupo de 25 fãs.

O evento no Rio rola dia 24 de junho, e em São Paulo no dia 25. A data da abertura de vendas será divulgada em breve.

Pois é, gente, sem show aberto da Mel C! Mas fiquem ligados aqui no site que nós conversamos com a cantora e em breve postaremos a entrevista completinha!

terça-feira, 25 de abril de 2017

Madonna desaprova filme sobre sua vida: “só eu posso contar minha história”

Madonna não gostou de saber que estão fazendo um filme sobre sua vida. A cantora americana usou o Instagram nesta terça (25/4) para se posicionar contra o projeto. “Ninguém sabe o que eu sei e o que eu vi. Só eu posso contar minha história. Qualquer um que tente é um charlatão e um idiota, buscando gratificação instantânea sem fazer o trabalho. Isso é uma doença em nossa sociedade”, escreveu.

A reação da Madonna é referente à notícia de que o estúdio Universal Pictures comprou os direitos do script “Blonde Ambition”, de Elyse Hollander, para fazer um filme sobre sua história. De acordo com o site The Hollywood Reporter, os produtores Michae de Luca e Brett Ratner estão cotados para a produção do projeto.

O filme não tem previsão de estreia, mas promete dar o que falar, principalmente pela não autorização da retratada.

Beyoncé vendeu mais álbuns que Adele e Drake em 2016: veja números

Já estamos em abril de 2017, mas a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, em inglês) divulgou agora a lista oficial dos líderes de vendas em 2016. Deu Beyoncé. O álbum “Lemonade” alcançou 2,5 milhões de unidades vendidas mundialmente no ano passado. O número engloba tanto downloads quanto CDs e vinis.

Adele ficou em 2º lugar com “25”, que foi lançado em 2015 e já tinha vendido horrores, mas vendeu mais 2,4 milhões em 2016. Em 3º lugar, aparece Drake, com “Views”: 2,3 milhões de unidades.

O Top 10 traz ainda Bruno Mars em 7º lugar, com “24k Magic”.

1. Beyoncé, Lemonade (2.5 million)
2. Adele, 25 (2.4 million)
3. Drake, Views (2.3 million)
4. Metallica, Hardwired…to Self-Destruct (2.1 million)
5. David Bowie, Blackstar (1.9 million)
6. The Rolling Stones, Blue & Lonesome (1.8 million)
7. Bruno Mars, 24k Magic (1.7 million)
8. Twenty One Pilots, Blurryface (1.5 million)
9. Coldplay, A Head Full of Dreams (1.4 million)
10. Pentatonix, A Pentatonix Christmas (1.4 million)

No quesito singles, o líder foi Drake. “One Dance” chegou a 12,5 milhões de unidades comercializadas, na fórmula de vendas e equivalência de streams. Os 2º e 3º lugares couberam a Justin Bieber com “Love Youself” e The Chainsmokers com “Closer”: ambos chegaram a 11,7 milhões de unidades.

Confira o Top 10:

1. Drake feat. WizKid & Kyla, “One Dance” (12.5 million)
2. Justin Bieber, “Love Yourself” (11.7 million)
3. The Chainsmokers feat. Halsey, “Closer” (11.7 million)
4. Sia, “Cheap Thrills” (11.1 million)
5. Justin Bieber, “Sorry” (10.8 million)
6. Rihanna feat. Drake, “Work” (10.6 million)
7. Lukas Graham, “7 Years” (10.4 million)
8. The Chainsmokers feat. Daya, “Don’t Let Me Down” (10.2 million)
9. Mike Posner, “I Took a Pill in Ibiza” (10.0 million)
10. Twenty One Pilots, “Stressed Out” (9.9 million)

“The Cure”, da Lady Gaga, estreia na principal parada de singles da Billboard

A Hot 100, principal parada de singles dos Estados Unidos, está totalmente atualizada. Nesta terça-feira (25), a Billboard liberou todo o novo ranking que traz a liderança de Kendrick Lamar com “Humble.”. O rapper tirou Ed Sheeran e “Shape Of You” do primeiro lugar após doze semanas.

Fora do Top 10, divulgado no dia anterior, destaque ainda para Kendrick que além de “Humble.” em primeiro lugar e da estreia de “DNA” em quarto, colocou ainda outras 12 músicas do álbum “DAMN.” na Hot 100.


Confira abaixo as estreias do rapper:

#14 – “Loyalty.” – feat. Rihanna
#16 – “Element.
#18 – “Love.
#32 – “Yah.
#33 – “XXX.
#35 – “Feel.
#37 – “Pride.
#42 – “Lust.
#50 – “Fear.
#54 – “Blood.
#58 – “God.
#63 – “Duckworth.

Lady Gaga também estreou sua nova música na parada. “The Cure” aparece em 39º lugar. A música foi apresentada de surpresa durante o primeiro show da cantora no Coachella, no sábado (15) e logo após a apresentação foi liberada para streaming e compra online.

Outra estreia foi “Good Life”, do rapper G-Eazy com Kehlani, na 76ª colocação. A atualização da Hot 100 também foi excelente para Julia Michaels que conseguiu seu maior pico no ranking com “Issues” no 12º lugar.

Você acessa a Hot 100 na íntegra aqui.

“Live In Concert”: Britney Spears esgota ingressos em Hong Kong

Sete horas. Esse foi o tempo que levou Britney Spears para esgotar os 16 mil ingressos colocados à disposição para o show da cantora em Hong Kong, na China. A apresentação está marcada para o dia 27 de junho e as entradas foram disponibilizadas para o público nesta segunda-feira (24).

Além de Hong Kong, Britney tem ainda outros cinco shows da turnê “Live In Concert” anunciadas oficialmente em seu site: dias 3, 4 e 6 de junho no Japão, dia 15 de junho nas Filipinas e 3 de julho em Israel. No entanto, outras duas datas circulam pelas redes sociais: em Taiwan no dia 13 de junho e Tailândia no dia 24 de junho. Há apenas entradas agora para as apresentações nas Filipinas e em Israel.

Fora a turnê do outro lado do mundo, Britney encerra ainda em 2017 sua residência em Las Vegas. O que permitirá que a cantora circule por outros países, se assim desejar. Fãs da América Latina, em especial do Brasil, continuam na expectativa para o anúncio de shows da cantora por aqui.

Universal Pictures compra direitos de filme biográfico de Madonna

A vida de Madonna estará nos cinemas! A Universal Pictures, uma das principais produtoras de cinema dos Estados Unidos, comprou os direitos do script “Blonde Ambition” (ambição loira), de Elyse Hollander. O roteiro encabeçou a lista “Black List”, onde são ranqueados os melhores filmes não produzidos pela indústria.

Michael De Luca, de “Cinquenta Tons de Cinza”, está cotato para ser o produtor do filme. Brett Ratner, de “X-Men: O Confronto Final”, também deve estar envolvido, de acordo com o site The Hollywood Reporter.

A história se passa em 1980 quando Madonna Louise Ciccone trabalha em seu primeiro álbum solo, lutando em um negócio que trata as mulheres mal e ao mesmo tempo lidando com uma vida amorosa florescente, além das primeiras sugestões de fama.


Ainda não há previsão para a estreia do filme, que ainda está em fase de pré-produção.

“That’s What I Like”, do Bruno Mars, atinge primeiro lugar nas rádios pop americanas

That’s What I Like” já é um dos maiores sucessos da carreira do Bruno Mars. A canção, que serve como segundo single do álbum “24K Magic”, conseguiu o primeiro lugar nas rádios americanas, tirando o topo de “Shape Of You”, do Ed Sheeran, que foi para o segundo lugar.

Essa é a 8ª música da carreira do cantor a conquistar esse feito. “Nothin’ on You”, “Just the Way You Are”, “Grenade”, “It Will Rain”, “Locked Out of Heaven”, “When I Was Your Man” e “Uptown Funk” foram as outras que reinaram.

That’s What I Like” supera o desempenho do primeiro single do álbum. “24K Magic” teve pico de #4 no Hot 100 da Billboard (o segundo single já é #2), principal parada dos Estados Unidos, e foi #5 nas rádios.


No iTunes americano, a música também está em primeiro lugar no momento.

Denilson cobra Belo em rede social: "Só falta pagar quem ele deve"

Não é de hoje que Denilson, ex-jogador da seleção brasileira, usa as redes sociais para cobrar de Belo uma dívida que o cantor tem desde a época em que fazia parte do grupo Soweto. No dia do aniversário do cantor, no último sábado, 22, o ex-craque atacou de novo e resolveu cobrar o ex-amigo.

Thiaguinho postou uma homenagem a Belo e Denilson comentou: “Só falta aprender a pagar a quem ele deve”. Os seguidores de Thiaguinho e Belo não deixaram por menos: “Paga o povo cantor Belo! Morri”, “Esse é o Denilson show”, “bem isso... caráter a gente nasce com ele... Esse Belo já nasceu sem... ridículo”, “Tem tanta coisa sobre dividas do Belo no google que até cansa ler tudo. Denilson tá certinho, no direito dele”, “Ah não de novo...Paga o que deve, Belo”, foram alguns dos comentários.

Procurada, a assessoria de Belo diz que ele não vai se manifestar sobre o assunto. A treta entre Denilson e Belo começou há anos. O jogador teria investido um dinheiro no antigo grupo de pagode de Belo, quando ele decidiu sair da banda e seguir carreira solo, prejudicando assim a agenda e a sobrevivência do conjunto.